Marcha Saarauí chega a Madri

Caminhada começou no dia 20 de maio e percorreu diversas cidades espanholas.

O Saara Ocidental corresponde à franja leste da África setentrional, fronteiriço a Marrocos e Mauritânia. Foi colônia espanhola até 1976, quando o representante do país ibérico na ONU comunicou ao seu Secretário-Geral o “término da presença espanhola no território”. Não obstante, ao invés de liberdade, a área que hoje constituiria a República Árabe Saarauí Democrática foi ocupada pelo Marrocos e, desde então, luta por sua autonomia.

Com 567 mil habitantes e 266.000 km2, o Saara Ocidental é um dos 17 territórios não autônomos reconhecidos pela Organização das Nações Unidas – mesma situação das Ilhas Malvinas. Ao contrário desta, não obstante, o Saara Ocidental não possui uma “potência administradora”, uma vez que a Espanha desligou-se do território. Marrocos por sua vez considera parte de seu território e não admite um plebiscito de autodeterminação do povo Saarauí.

Define a ONU território não autônomo: “Regiões cujos povos ainda não tenham alcançado a plenitude de um governo próprio”. Já o último relatório da Assembléia-Geral para a questão aponta: Reafirmando el derecho inalienable de todos los pueblos a la libre determinación y a la independencia, de conformidad con los principios enunciados en la Carta de las Naciones Unidas”.

E assim seguem, no 45o aniversário da ocupação marroquina, sua luta com bandeiras e vozes pela visibilidade ao reconhecimento não apenas da soberania, mas também defesa da cultura e identidade Saarauí.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s